1-3

A internet está bizarra hoje em dia, cheio de farsas e histórias sem pé nem cabeça. Toda vez que eu vejo uma postagem que parece muito bizarra, eu entro no E-farsas para ver se é verdade mesmo antes de eu me sentir mal por ler aquilo! Pensando nisso, resolvi compartilhar algumas farsas que rodaram pela web e que foram desmentidas pelo E-Farsas! Enjoy. =]

 
1. A vinheta da MGM foi feita com o leão amarrado em uma cama?

 

1

 

Essa imagem apareceu nas redes sociais na segunda quinzena de agosto de 2016 e mostra o que seria o outro lado do famoso logotipo da MGM usado nas aberturas dos filmes produzidos por ela.

Nela, podemos ver um leão todo amarrado e com a cabeça enfiada em um buraco, que teria sido a única forma de fazer com que o animal posasse para o vídeo e para as fotos!

Na verdade, essa é uma montagem feita em cima de uma fotografia de 2005, do leão Sansão quando foi submetido a uma tomografia computadorizada. O bicho havia ficado doente no zoológico onde vivia, em Israel, mas passou por uma cirurgia de 9 horas no cérebro e ficou bem.

 

Veja a foto real:

 

1-2

 

E aqui você pode ver uma foto dos bastidores da MGM:

 

1-3

 

 

2. Um aluno foi suspenso após esfregar o ânus na cara do professor?

 

2

 

A imagem se espalhou rapidamente através das redes sociais no dia 19 de setembro de 2016 e nela podemos ver a reprodução de um termo de suspensão em nome do Colégio Estadual Souza Naves. O que chama a atenção no documento é que ele afirma que um aluno teria sido suspenso após de agredir, ficar nu e “esfregar o ânus na cara do professor”!

O texto, escrito a mão, diz que “O aluno enlouqueceu ao saber que seu professor não arredondaria sua nota de 59 para 60. Ele se despiu por completo, partiu pra cima do professor de Física, jogou ele no chão e esfregou o ânus na cara do professor, o mesmo vomitou e está constrangido”.

O Colégio Estadual Souza Naves existe mesmo e fica em Rolândia, a 25 quilômetros de Londrina (PR), mas o documento é falso! O diretor-geral da escola, Rosinaldo Laurano, disse em entrevista ao site Massa News que já identificou o criador da brincadeira: Um aluno que roubou uma folha com o termo de suspensão (em branco) que estava na gaveta da sala de coordenação pedagógica.

Conclusão, o termo de suspensão é falso! Um aluno conseguiu uma folha do documento em branco e inventou essa brincadeira, que acabou viralizando nas redes sociais!

 

3. O achocolatado Toddynho está matando crianças?

 

3

 

A notícia apareceu nas redes sociais no dia 27 de agosto de 2016 e, inclusive, se espalhou também através do WhatsApp em forma de áudio. De acordo com o alerta, o achocolatado da marca Toddynho estaria matando crianças em todo o Brasil!

No áudio amplamente compartilhado desde o dia 28 de agosto, um homem avisa com uma voz preocupada que além do Toddynho, outras marcas também estariam contaminadas, e que as crianças devem evitar de consumir esse achocolatado.

De fato, no dia 26 de agosto de 2016, houve uma morte de uma criança de 02 anos de idade em Cuiabá (MT) e, como a mãe da vítima disse à polícia que seu filho havia consumido uma caixinha do achocolatado Itambezinho antes de morrer, a Coordenadoria de Vigilância Sanitária do Estado de Mato Grosso solicitou interdição cautelar de todos os produtos Itambezinho sabor Chocolate, com data de fabricação em 25/05/2016, validade 21/11/2016 e lote MA 21:18. A interdição ocorreu mesmo antes do resultado toxicológico do menino, que saiu logo depois. A mãe do garoto disse que ganhou as caixinhas do achocolatado de um vizinho.
Conclusão, não houve mortes por causa do consumo do achocolatado Toddynho e nenhum outra marca! Uma criança morreu após consumir uma caixinha de achocolatado Itambezinho, em Cuiabá! Segundo a polícia o achocolatado foi envenenado por um vizinho que iria usar como isca para um ladrão.  Idoso usou uma seringa para colocar veneno nas caixinhas, mas criminoso repassou bebida para mãe da criança de 2 anos por R$ 10; laudos descartaram responsabilidade da marca Itambé na história.

 

4. Casal entrou no motel com uma charrete! Será verdade? 

 

4

 

As imagens começaram a se espalhar através das redes sociais no dia 22 de junho de 2016, e mostram um casal entrando tranquilamente em um motel com um veículo um tanto quanto diferente: Uma carroça puxada a cavalo!

No WhatsApp, algumas postagens bem-humoradas exaltam “a lábia” do rapaz, que teria conseguido levar a moça ao motel em um veículo tão incomum e simples.

O fato inusitado aconteceu em um motel localizado às margens da rodovia BR-406, na cidade de São Gonçalo do Amarante (RN). Só que tudo fazia parte da gravação de uma pegadinha para o canal LePrank TV, no YouTube!

 

5. Por ultimo, veja o vídeo do E-Farsas desmentindo fotos assustadoras da deep web


Gostou da matéria? Visite o site E-farsas, tem muito mais conteúdo interessante lá!

 

Fotos/Reprodução
Redação Café Sem Pó

Veja também

Comentários