xescravos 1880

A escravidão no Brasil terminou apenas em 13 de maio de 1888, antes disso era muito comum anúncios em jornais sobre escravos fugitivos e também venda e aluguel de escravos. Confira abaixo alguns desses terríveis anúncios publicados no jornal O Estado de São Paulo.

 

xaluga-se um moleque 1876

1876 Anúncio de criança escrava para alugar publicado em 4 de janeiro de 1876 no jornal ‘O Estado de São Paulo’.

xescrava fugida 1883

1883 “Escrava fugida. Desapareceu desta cidade em 9 de junho do corrente ano, a escrava Felicidade, de cor parda e idade de 19 anos, natural da província do Paraná, pés grandes, pernas um pouco arcadas, nádegas salientes, movendo muito com as ilhargas quando anda, boca desdentada na frente, cabelo carapinha, cortado a meia cabeleira, trajava nessa ocasião saia e papetó de cassa azul. Protesta-se com todo o rigor da lei, contra quem a tiver acoutado, e gratifica-se a quem apreendê-la e levar na cidade de Felix d’Abreu Pereira Courinho, em Mogy-Mirim a João Manoel Alfaya Rodrigues e na cidade de Santosa Alfaya & Filho”.

xescravo fugido 1876

1876 “Fugiu no dia 5 do corrente, do sítio de Vianna & Irmãos, da Limeira, o escravo Caetano, de 35 anos mais ou menos de idade, grosso de corpo, estatura regular, boa dentadura, separados os dentes uns dos outros, cabra de cor, fala meio pausada, anda com as pernas meio abertas, fisionomia leal. É muito conhecido em Campinas, onde morou muitos anos, e na estação de Santa Bárbara e Limeira. Quem o apreender e entregar a seu dono no sítio acima ou em Campinas a João Viana, será gratificado”.

xescravos 1880

1880 “Escravos. Vende-se um perfeito cozinheiro de forno e fogão, e bolieiro; pode-se dar para experimentar; dois lindos moleques para lavoura, de 14 e 15 anos; uma rapariga para mucama, perfeita; tres cozinheiros que lavam e engomam. Para ver e tratar, rua São José, 27.

fonte

Veja também

Comentários