capa cortar

Jaufran Siqueira tem 25 anos, é corretor de imóveis e é candidato a vereador em Natal (RN) pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN).

 

2

 

Na última sexta-feira (26), o até então desconhecido candidato, se tornou “famoso” por conta de uma publicação bastante polêmica em sua página no Facebook. O misógino candidato incitou o ódio contra mulheres feministas, divulgando a imagem de uma casa completamente em chamas acompanhada da frase “Isso é o que vai acontecer com as feministas quando Jaufran 33123 foi eleito”.

 

feministas e misóginos políticos

 

A publicação repercutiu negativamente, além de ser muito criticada pelos internautas, foi denunciada à ouvidoria do TRE-RN (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte).
Em sua defesa Jaufran usou novamente o Facebook para se defender, e como toda pessoa sem argumentos, declarou que o post se tratou de uma piada e pontuou sua preconceituosa opinião sobre o que acredita ser o movimento feminista:

 

Natal: uma cidade em que as piadas precisam ser explicadas. Publiquei nas minhas redes sociais um postcard em formato de meme, onde eu, utilizando de humor, mostro minha oposição ao movimento feminista. Infelizmente algumas pessoas acharam que através dessa postagem fiz apologia ao crime, incitei ao ódio e incentivei que mulheres que lutam pelo seus direitos deveriam ser queimadas. Muitas pessoas chegarem a comentar que uma das minhas propostas seria queimar pessoas, especificamente mulheres. Primeiramente quero deixar bem claro que sou totalmente contrário ao movimento feminista em virtude desse movimento não defender os valores da mulher, mas sim transformá-la em um mero objeto de ação social cujo a finalidade não é a ascensão da mulher na sociedade, mas só e somente só a destruição de uma cultura que foi construída ao longo dos últimos 2000 anos no mundo ocidental…” Leia o post na íntegra aqui.

 

O candidato foi notificado legalmente sobre a publicação e o caso será levado a uma juíza eleitoral nessa quarta-feira (31). Ele tem o prazo de dois dias para retirar a postagem do ar e pode ser multado em até R$ 10 mil.

 

Fotos/Reprodução
Redação Café Sem Pó

Veja também

Comentários