2

Todos os dias nos EUA, que é o país campeão de desperdício, são jogados fora mais de 18 bilhões de quilos de comida por ano. Mesmo que cada vez mais tenha se  falado no assunto, pouco é feito para evitar o desperdício, e isso vale tanto no âmbito doméstico quanto no comercial.

Pensando nesse cenário quatro colegas de trabalho que trabalhavam em um mercado em Amsterdam, na Holanda, tiveram uma ideia inovadora e muito consciente. Como supermercados jogam fora todos os dias alimentos considerados impróprios para a venda, mas que ainda estão bons para o consumo humano, os quatro amigos resolveram abrir um restaurante, o InStock, que prepara seus pratos com esses bons alimentos que acabariam indo para o lixo.

1

Um dos criadores da ideia, Freke Van Nimwegen, disse que os quatros amigos têm noção de que em 2050 a população mundial terá subido e será de 9 bilhões de pessoas: “Nós precisamos mudar nossa forma de lidar com a comida”, disse.

A rede de supermercados que topou ajudar o projeto do InStock,  Albert Heijn, está buscando meios eficientes de reduzir o desperdício de alimentos há algum tempo. Em 2014 eles abriram uma ala do supermercado para os alimentos menos bonitos, também oferecendo descontos para quem os compra. Além disso, a rede fez uma parceria com um aplicativo que indica lugares onde estão vendendo itens prestes a vencer e com preços bem mais baratos.

2

O InStock, além de preparar os pratos com os alimentos que iriam ao lixo, também oferece a possibilidade de o cliente levar comida para casa, e o que sobra do que já era sobra, é comercializado em uma pequena loja que fica junto ao restaurante.

Além da questão inovadora e sustentável, os chefs do restaurante têm desafios culinários todos os dias, nunca sabendo que ingredientes terão na hora de preparar o cardápio. Tudo o que eles sabem é que os itens que mais chegam são batatas, frutas, vegetais e pão. Criatividade lá é ingrediente que não pode ficar de fora.

Fonte 

Fotos/Reprodução
Redação Café Sem Pó

Veja também

Comentários