1

Logo que o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) anunciou sua renúncia à presidência da Câmara, tuítes das últimas semanas em que ele negava que renunciaria começaram a ser apagados. O peemedebista deixou presidência da Câmara, mas ainda mantém o mandato de deputado. Ele foi afastado pelo STF por atrapalhar as operações da Lava Jato.

 

Os textos foram deletados após diversas contas no Twitter destacarem os tuítes do deputado:

 

 

2

 

No discurso de renúncia, Cunha chorou ao mencionar a Operação Lava Jato que tem como alvo sua mulher, Cláudia Cruz, e sua filha Danielle.

 

3Fonte

 

Fotos/Reprodução
Redação Café Sem Pó

Veja também

Comentários